PROFISSIONAIS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
LOGIN
Usuário
Senha

Queimaduras: como proceder?

Acidentes acontecem, e se não deu para evitar é importante saber como cuidar. No caso dasqueimaduras, os primeiros socorros são muito importantes para evitar problemas ainda maiores.

Existem diferentes graus de queimaduras: primeiro, segundo e terceiro. Cada um representa uma intensidade e vai exigir cuidados específicos.

Graus de queimaduras

Queimaduras de primeiro grau:são superficiais. O local costuma ficar avermelhado e a dor é momentânea.

Queimadura de segundo grau:é mais profunda. O local fica inchado, vermelho e com bolhas e a dor é mais intensa.

Queimadura de terceiro grau:é grave e profunda, podendo chegar aos músculos e ossos. O local atingido fica escuro, carbonizado ou esbranquiçado.

Como proceder

Diante dos três graus de queimaduras, o primeiro procedimento é o mesmo: resfriar a área atingida. Não se pode usar gelo, e sim água corrente ou compressa úmida fria.

No caso da queimadura de primeiro grau resfriar a área atingida costuma ser o suficiente. Mas se a área for grande, busque atendimento médico.

Na queimadura de segundo grau, após resfriar a área, pode ser feito um curativo com uma compressa limpa para proteger a região. Não estoure as bolhas formadas, isso pode gerar infecções. É preciso buscar auxílio médico para ver a extensão do ferimento.

Já na queimadura de terceiro grau, a área deve ser resfriada com compressas úmidas frias, já que o jato de água corrente pode lesionar ainda mais a pele que foi queimada. É importante retirar roupas e acessórios das áreas atingidas, porque elas costumam inchar. No entanto, se as roupas estiverem coladas na queimadura, não mexa para não piorar o ferimento.

Se a queimadura atingir grande parte do corpo, é preciso manter a pessoa aquecida enquanto a encaminha para o hospital. Busque atendimento médico imediatamente.

O que não fazer

Sempre existe alguma dica para auxiliar em queimaduras: pasta de dente, manteiga ou furar as bolhas com uma agulha. Nada disso deve ser feito.Acontece que esses procedimentos podem piorar o ferimento e até acarretar algum tipo de infeção.

Não retire a pele morta e nem aperte o ferimento. Isso pode deixar uma porta aberta para que as bactérias se instalem na região afetada. Se o médico achar necessário tal procedimento, ele o fará em um ambiente livre de risco de contaminação.

Lembre-se: a melhor coisa a ser feita é resfriar o ferimento e buscar auxílio médico.

Veja também: