PROF. SAÚDE PROFISSIONAIS DE SAÚDE
LOGIN
Usuário
Senha

Alergia à proteína do leite e intolerância à lactose

Intolerância à lactose e alergia à proteína do leite são oriundas ao leite, mas com sintomas e tratamentos específicos.

A primeira diferença está na causa: alergia está relacionada à proteína do leite, enquanto aintolerância é causada pelo açúcar do leite, que é a lactose.

Nos casos de alergia à proteína do leite de vaca, o organismo passa a produzir substâncias para destruir as proteínas existentes no leite de vaca, e é justamente isso que ocasiona o processo alérgico. Já na intolerância, acontece uma deficiência na produção natural do organismo da lactase, que é a enzima responsável por digerir a lactose, presente no leite e seus derivados.

Alergia à proteína do leite X Intolerância à lactose

É importante saber diferenciar a alergia à proteína do leite de vaca da intolerância à lactose.Conheça a diferença entre os sintomas entre esses dois distúrbios:

Alergia à proteína do leite de vaca

Os sintomas podem se manifestar como:

– Coceira na pele;

– Vermelhidão;

– Bolinhas e inchaço nos lábios, olhos e orelhas.

Podem ocorrer também alguns sintomas respiratórios, como tosse, chiado, falta de ar, inchaço na glote e, em casos mais graves, até mesmo um choque anafilático.

Pessoas com esse tipo de alergia, além de serem sensíveis à ingestão de alimentos, podem apresentar reação a outros tipos de produtos que contenham proteína do leite, como xampus, hidratantes e cosméticos. Por isso, é preciso tomar cuidado e estar sempre atento aos rótulos, para evitar algum tipo de reação. Se os sintomas aparecerem, é fundamental consultar um médico para entender do que se trata. Por meio da contagem da glicemia é possível identificar a alergia e, se esse for o caso, normalmente é necessário excluir completamente o leite de vaca da dieta.

Intolerância à lactose

No geral, os sintomas são gastrointestinais. Quando o intolerante ingere algum alimento que tenha lactose, costuma apresentar:

– Distensão abdominal (inchaço);

– Gases;

– Enjoo;

– Diarreia;

– Cólicas;

– Vômitos.

Existem graus diferentes de intolerância à lactose, algumas pessoas apresentam sintomas mais leves e não precisam excluir completamente a lactose de suas dietas. Além disso, hoje em dia é possível encontrar muitos produtos com redução de lactose ou optar por tomar a enzima lactase quando foi consumir algo.

Em qualquer um dos casos, lembre-se que é sempre importante procurar um médico, para que possa ser feito um acompanhamento específico. Com as diversas alternativas disponíveis, atualmente é possível conviver com o problema e levar uma vida tranquila.

Veja também: