PRO PROFISSIONAIS DE SAÚDE
PROFISSIONAIS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
LOGIN
Usuário
Senha
ESQUECEU A SENHA
Digite seu e-mail cadastrado. Enviaremos um link para que você possa reativar sua senha.
Digite seu e-mail

Como praticar atividade física em casa na quarentena?

Não faltam memes que mostram o antes e o depois da quarentena, com o objetivo de combate ao novo Coronavírus, a qual estamos vivendo neste primeiro semestre do ano. O isolamento social nos distanciou de atividades que fazíamos de forma cotidiana – como a caminhada até a estação do Metrô ou ao ponto de ônibus na ida e na volta do trabalho, ou para ir até a padaria, supermercado, na casa do amigo no bairro.

Neste momento, ir à academia nem pensar – aliás, elas foram provisoriamente fechadas, assim como vários outros estabelecimentos comerciais para frear a disseminação da pandemia.

Os memes, obviamente, exageram: não será em 40 dias que uma pessoa vai da magreza à obesidade. Entretanto, não é difícil adquirir alguns quilos nesse período, já que o sofá acaba sendo o local mais convidativo para a pessoa que fica praticamente o dia todo dentro de casa. Isso sem contar que, na inatividade, hora ou outra dá vontade de mastigar alguma coisa. Por este motivo, praticar atividade física, mesmo que dentro de casa, é tão importante.

Movimente seu corpo!

Não sei para você, mas para maioria das pessoas ganhar peso é bem fácil, enquanto perder alguns quilos, muito desafiador!  O impacto de engordar não somente é sobre a roupa que deixa de cair tão bem ou até deixa de servir.

Além de poder mexer com nossa autoestima, tem uma série de doenças que costumam ser desencadeadas com o sobrepeso. “As pessoas que ignoram o ganho de peso fazem isso por sua conta e risco – risco de doenças cardiovasculares, diabetes, câncer, entre outras”, disse Christopher Murray, diretor do  Institute for Health Metrics and Evaluation da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.

A declaração de Murray foi dada para a BBC em 2017, depois do estudo, no qual esteve envolvido, que foi publicado no The New England Journal of Medicine. O estudo analisou dados de 195 países de 1980 a 2015.

Uma das informações preocupantes é que cerca de 2 bilhões de crianças e adultos têm saúde comprometida como consequência ao excesso de peso. Para se ter uma ideia, em 2015, causas associadas ao sobrepeso provocaram a morte de 4 milhões de pessoas. O alarmante é que 40% delas não eram obesas, conforme a classificação clínica do IMC (Índice de Massa Corpórea).

A lista de doenças que apresentam riscos aumentados, como consequência do sobrepeso, é grande. Entre elas, está a Osteoartrite, principalmente no joelho e no quadril, como já falado neste post aqui. É que o ganho de peso corporal sobrecarrega a cartilagem entre as junções ósseas, levando-a a um desgaste. Quem já tem Osteoartrite e engorda pode ter uma piora da doença.

Mas, como praticar atividade física em casa?

A academia está fechada? O governo pediu para não ir aos parques, às ruas para uma caminhada, uma corrida ou para andar de bicicleta? Não tem problema, você tem opções para malhar em casa. Coloque uma música e simule corrida sem sair do lugar, faça abdominais, dance… A regra é só uma: mexa-se!

Não consegue praticar uma atividade física dentro de seu apartamento ou sua casa sem instruções de um professor? Isso não é desculpa, se você tem smartv, internet, computador ou celular. Há vários aplicativos que vão ajudar. Selecionamos alguns apps para Android e IOS, gratuitos ou pelo menos com uma versão de graça:

Nike Training Club: são 180 treinos gratuitos, desde yoga a exercícios de força, cardiovasculares e mobilidade, em vários níveis. Há inclusive treinos curtos que usam somente o seu próprio peso, focando em partes específicas do corpo. Permite registrar as atividades.

Desafio de 30 Dias de Fitness: tem foco em condicionamento físico, num formato de desafio, em que a intensidade vai aumentando em cada treino diário, para iniciantes e profissionais. É possível acompanhar o progresso.

Workout Trainner: com apelo motivacional através de áudios, há exercícios aeróbicos, localizados, de condicionamento físico e de levantamento de peso. Inclui treino de 7 minutos, desafios de fitness e até exercício de alta intensidade.

BTFit: são várias séries de treinamento em vídeo, como Mamãe Fitness, Bumbum na Nuca, Fresh Mind etc., com acesso disponível, além do celular, também pelo site, para quem prefere ver pela smartv ou tela do computador. Há ainda aulas coletivas, como de Mat Pilates, Yoga, Ballet, Cardio Dance.

7 Minute Workout Seven: alternativa para quem prefere exercícios rápidos, indicados para perder peso e melhorar o tônus muscular. Para praticar, só precisa de uma cadeira, uma parede e o peso do próprio corpo. Conta com um treinador virtual para motivar o usuário.

Treino Diário de Cardio: são treinos diários, com rotinas rápidas, que focam os principais músculos. Os exercícios são demonstrados por um personal trainner em vídeo, que conta com temporizador para facilitar o acompanhamento da rotina de treino.

Além dos aplicativos, profissionais estão utilizando outros canais (Facebook, Instagram, YouTube e seu próprio website), que geralmente são exibidos ao vivo, mas que depois ficam ali disponíveis para quem quiser acessar. Alguns cobram mensalidade, outros oferecem de graça, e há até quem solicite doação de R$ 10,00 para quem puder. São aulas de dança, ballet, yoga, treinamento funcional, pilates, alongamento, ginástica, entre outros.

Vale visitar: Exercício em Casa, Carol Borba, Pri Leite Yoga e Namu no YouTube; Yoga Popular no Facebook; Nós Treino Coletivo (@nostreino) e InPulse no Instagram.

E agora, você já está pronto para malhar e manter seu corpo saudável neste período de pandemia? Quem sabe você até acaba adotando uma rotina diária de exercícios no conforto do seu lar, depois que acabar o isolamento social!

E para mais informações sobre o novo coronavírus e formas de prevenção, acesse https://coronavirus.saude.gov.br/

Fontes:

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa1614362

https://www.bbc.com/portuguese/geral-40277679

https://revistaglamour.globo.com/Beleza/Fitness-e-dieta/noticia/2017/11/os-7-melhores-aplicativos-para-voce-malhar-no-conforto-do-lar.html

Veja também: