PRO PROFISSIONAIS DE SAÚDE
PROFISSIONAIS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
LOGIN
Usuário
Senha
ESQUECEU A SENHA
Digite seu e-mail cadastrado. Enviaremos um link para que você possa reativar sua senha.
Digite seu e-mail

Infográfico: Conheça a Osteoartrite

Locais de manifestação da Osteoartrite

Mãos: Ocorre nas juntas dos dedos, principalmente nas articulações entre a última falange e a falange do meio, mas também pode atingir entre a falange do meio e a primeira. São formados nódulos, que podem ser doloridos e causar inchaço e deformidade, incluindo desvio dos dedos.

Pés: Acontece quase sempre nos dedões e a doença pode estar associada ao joanete, termo popular para hálux valgo.

Coluna: O mais comum é o popularmente chamado de bico-de-papagaio. Costuma afetar em geral as regiões cervical (pescoço) e lombar.

Joelhos: Costuma causar dor intensa, estalos (crepitação), inchaço e deformidades. Ela pode levar até à dificuldade de movimentos e de locomoção.

Quadril: Também pode causar dores e, às vezes, requer cirurgia para substituir a articulação do quadril por uma prótese.

Ombro: Além de poder causar dor e estalos, pode levar à redução da força muscular do braço.

Sintomas: Variam muito de um para outro paciente. Inclusive, muitas pessoas com Osteoartrite são assintomáticas, ou seja, não apresentam qualquer sintoma.

– Dores, principalmente durante um movimento da articulação afetada

– Inchaço na região acometida

– Estalos nas juntas (sensação de crepitação)

– Deformidades (com a formação/crescimento de osso ou desvio do osso de seu eixo)

– Dificuldade de movimento

Principais fatores de risco

– Obesidade

– Idade

– Sedentarismo

– Esforço físico (carregar peso, subir e descer escadas, atletas que sobrecarregam determinadas juntas durante a prática esportiva)

Perfil do paciente:

Pessoas acima dos 50 anos, principalmente mulheres, forma a maior parte de quem tem Osteoartrite, mas homens também podem apresentar a doença. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), quase todas as pessoas com mais de 60 anos de idade apresentam algum problema nas juntas que pode ser causado pela Osteoartrite.

Tratamentos: Como a Osteoartrite não tem cura, o tratamento visa o alívio dos sintomas e a melhora na qualidade de vida. A doença não leva à morte, mas pode causar invalidez.

Não medicamentosos:

– Praticar atividades físicas, principalmente na água (hidroginástica, natação, hidroterapia). Outras opções indicadas: caminhada, alongamento, pilates, musculação, bicicleta, dança, sempre com orientação profissional.

– Usar palmilhas e/ou joelheiras.

– Massagens, acupuntura, “palmilhas magnéticas” e quiropraxia ainda não contam com dados de evidência científica, mas alguns pacientes relatam melhoras. Procure orientações do seu reumatologista.

– Aplicar gelo ou compressa morna também não tem ainda aval científico, mas não são proibitivos.

– Usar bengala ou similar é indicado para pacientes com dificuldades de locomoção, como também os ajuda a manter o equilíbrio, reduzindo o risco de quedas.

Medicamentosos, somente com orientação médica:

– Analgésicos para aliviar as dores.

– Anti-inflamatórios, por via oral ou para aplicação local, para reduzir inflamações.

– Infiltrações de corticoides na região intra-articular, no caso de fortes inflamações.

– Infiltrações de substância similar ao ácido hialurônico (técnica chamada de viscossuplementação), no caso de dores.

– Condroprotetores (suplementos alimentares) por via oral, que podem retardar a progressão da doença.

– Cirurgia para a colocação de próteses pode ser indicada após a decisão conjunta entre o reumatologista e o ortopedista. O procedimento deve ser considerado no caso de juntas muito danificadas ou de dores e incapacidades que não foram aliviadas com os tratamentos menos invasivos.

Especialistas indicados: Reumatologista, muitas vezes num trabalho conjunto com o Ortopedista.

Reumatologista é o profissional indicado para o tratamento de problemas inflamatórios das articulações e dos tecidos ao seu redor, como ossos, músculos, tendões e ligamentos)

Ortopedista é o profissional que trata os problemas mecânicos que estejam relacionados aos ossos, como fraturas, lesões, luxações.

Diagnóstico:

Exame clínico feito pelo médico reumatologista.

Exames de imagem, como raio-X, que pode incluir adicionalmente a tomografia e/ou a ressonância magnética

Fontes (além da cartilha em pdf da SBD):

https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/reumatologista-ortopedista-como-especialista-pode-ajudar.aspx

https://www.einstein.br/guia-doencas-sintomas/joanetes

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-%C3%B3sseos,-articulares-e-musculares/dist%C3%BArbios-articulares/osteoartrite-oa

https://www.saudebemestar.pt/pt/clinica/ortopedia/artrose-no-ombro/

https://www.reumatologia.org.br/doencas-reumaticas/osteoartrite-artrose/

Veja também: