PROFISSIONAIS PROFISSIONAIS DE SAÚDE
LOGIN
Usuário
Senha

O que é artrite reumatoide?

Mais comum nas mulheres entre 30 e 50 anos, a artrite reumatoide é uma doença infamatória crônica que acomete as articulações.

Trata-se de uma doença autoimune caracterizada pelo ataque do próprio corpo às articulações, o que provoca inchaço, rigidez e dores nas juntas, capazes inclusive de limitar a movimentação no dia a dia. O distúrbio costuma atacar especialmente dedos, joelhos e tornozelos.

Se a inflamação crônica não for contida, leva a deformações e chega a degenerar inclusive os ossos. O comprometimento na qualidade de vida é ilustrado pela dificuldade de realizar tarefas tão simples como escovar os dentes.

Artrite reumatoide: diagnóstico

Somente um médico é indicado para diagnosticar esse tipo de doença. Normalmente são analisados: histórico do paciente, radiografia de pés e das mãos, exames de sangue e exame físico.

Alguns fatores aumentam o risco da doença: predisposição genética, excesso de peso, tabagismo e desequilíbrios hormonais. Além disso, mulheres são mais acometidas do que homens.

Entre os sintomas estão: rigidez nas articulações, principalmente pela manhã; dificuldade de movimentar dedos ou membros; dor e inchaço nas articulações; redução de apetite e perda de peso; fadiga; febre baixa; nódulos visíveis na pele próximos às articulações.

Quanto antes for diagnosticada, maiores são as chances de conseguir controlar a doença e seus sintomas e de levar uma vida praticamente normal.

Tratamento

Como não se sabe a causa exata da artrite reumatoide, ainda não existe uma cura para a doença. No entanto, os tratamentos conseguem mantê-la controlada, evitando a progressão da doença e proporcionando assim uma boa qualidade de vida.

Os medicamentos para controlar a artrite reumatoide vão de anti-inflamatórios à base de corticoide a drogas antirreumáticas modificadores da doença.

Além disso, a prática de exercícios físicos, orientada por um profissional qualificado, e dieta saudável contribuem para a melhora dos sintomas.

Apenas durante as crises, onde as dores são mais fortes, o repouso é recomendado.

Nos estágios mais avançados da doença podem ser indicadas cirurgias, para a colocação de próteses articulares.

O acompanhamento médico é imprescindível tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento. Se notar alguns dos sintomas, procure imediatamente um médico, ele irá encaminhá-lo para exames mais específicos e tratá-lo adequadamente.

Lembre-se: o diagnóstico precoce é essencial para controlar os sintomas e evitar que a artrite reumatoide progrida.

Veja também: